sábado, março 26, 2011

TEATRO TEATRO TEATRO

27 de Março: Dia Mundial do Teatro
Mensagem de 2011 por Jessica A. Kaahwa, Uganda


O TEATRO AO SERVIÇO DA HUMANIDADE

A presente situação do mundo reflecte verdadeiramente o imenso potencial do teatro na mobilização das comunidades e na ajuda à tomada de decisões.

Já alguma vez imaginaram que o teatro pode funcionar como uma ferramenta poderosa para a paz e reconciliação dos povos?

Enquanto as nações gastam somas colossais com missões para a manutenção da paz nas zonas de conflito do mundo, pouca atenção é dispensada ao Teatro como alternativa viável à gestão de conflitos.

Como poderão os habitantes do mundo estabelecer a paz universal, quando os meios utilizados são oriundos de poderes cada vez mais repressivos?

O Teatro impregna subtilmente o espírito humano, cheio de medo e suspeição, mudando a imagem de si mesmo, permitindo alternativas ao indivíduo e à comunidade. O Teatro pode dar sentido às realidades quotidianas, antecipando um futuro incerto.

O Teatro inclui-se nas políticas sociais de forma simples e directa. Assim sendo, o Teatro pode mostrar ser uma experiência que permite ultrapassar ideias pré-concebidas.

Por outro lado, o teatro é um meio de verificação de propostas colectivas que vale a pena defender.

De forma a antecipar a paz futura, devemos começar por utilizar meios pacíficos que permitem a compreensão, o respeito e o reconhecimento do valor das contribuições de cada ser humano na procura da paz. O Teatro é uma linguagem universal que nos permite transmitir mensagens de paz e reconciliação.

Permitindo a cada participante envolver-se activamente, o Teatro traz uma nova visão que incita à desconstrução das percepções individualistas, dando, a cada um, a possibilidade de colocar de lado o passado e de fazer novas escolhas, baseadas num saber renovado e realista.

Para que o Teatro se desenvolva permitindo outras formas artísticas, devemos dar um passo em frente, integrando-o na vida quotidiana, não esquecendo as questões críticas de conflito e de paz.

Tendo em conta as temáticas da transformação social e da remodelação nas comunidades, o Teatro já intervém nas zonas devastadas pelas guerras onde as populações sofrem de pobreza crónica ou de doenças. Existe um número crescente de histórias de sucesso, nas quais o teatro mobilizou a opinião pública, ajudou à tomada de consciência para o apoio às vítimas de guerra. As plataformas culturais como o “Instituto Internacional do Teatro” visam a consolidação da paz e da amizade entre os povos. Mas, tudo isto pode parecer desolador numa época onde, apesar da consciência que temos do poder do teatro, permitimos que armas de fogo e bombas sejam as guardiãs da paz no mundo. Poderão as ferramentas de isolamento e alienação dos povos servir de instrumentos de paz e reconciliação?

No dia da celebração do Dia Mundial do Teatro, aconselho-vos vivamente a reflectir nesta perspectiva e, a partir de hoje, a considerarem o Teatro como um instrumento de diálogo, de transformação e reforma social.

Ainda que as Nações Unidas gastem somas colossais com missões de paz no mundo, o Teatro aparece como uma alternativa espontânea, humana, menos dispendiosa e bem mais poderosa.

Se esta não é seguramente a única resposta para o estabelecimento de uma paz global e duradoura, o Teatro deverá, pelo menos, ser considerado uma ferramenta eficaz de manutenção da paz.

VIVA O TEATRO!




Tradução Margarida Saraiva
Escola Superior de Teatro e Cinema, 2011

http://www.estc.ipl.pt/teatro/arquivo/noticias/2010_11/dia_mundial_teatro.html

Sem comentários:

Loading...